Câmara Municipal realiza Audiência Pública sobre Aldeamento Urbano Guajajara no Parque Amazonas

Vereadores e representantes indígenas e do governo municipal discutem sobre o tema

Na manhã de hoje (19), data em que se comemora o “Dia do índio”, foi realizado a Audiência Pública na Câmara Municipal com o tema “Loteamento Parque Amazonas – Infraestrutura / Prestação de Serviços/ Indígenas”, em resumo é sobre o Aldeamento Urbano Guajajara, para discutir sobre as condições de vida dos indígenas que residem no Parque Amazonas, área urbana de Imperatriz, há décadas, com o objetivo de estimular os órgãos competentes a efetivarem políticas públicas de assistência e melhorias também para estas famílias.

Na presença dos vereadores Fidelis Uchôa (PRB), Wanderson Manchinha (PSB), Bebé Taxista (AVANTE), João Silva (MDB), Rogério Avelino (DEM), Roberto da Estrada do Arroz (PP), Alberto Sousa (PDT), Flamarion Amaral (PCdoB) e da Comissão Permanente DCDHG os indígenas cobraram melhores condições de vida, principalmente assistência médica, abastecimento regular de água, educação e a conclusão de um muro que daria mais segurança às famílias.

O presidente da Comissão Permanente de Defesa do Consumidor, Direitos Humanos e Gênero, vereador Aurélio Gomes (PT) destaca que: “Nesta data que marca a luta dos povos indígenas em todo o país, o nosso papel vai muito além de “fantasias”, precisamos conhecer, fortalecer e somar forças às lutas por direitos. Com a participação de órgãos como a FUNAI, Ministério Público, Comitê da Cidadania e professores pesquisadores, seguiremos a cobrança por resoluções de cada uma das pautas apresentadas.”

“Na ocasião discutimos os problemas enfrentados e cobramos melhorias nas condições de moradia, saneamento básico e saúde, além de uma escola baseada nas necessidades culturais e linguísticas. O aldeamento também necessita da regularização fundiária e continuidade da construção do muro para proteção e segurança das famílias”, finaliza Carlos Hermes (PCdoB), vereador.

Além da participação dos vereadores e indígenas, estiveram presentes a Irmã Virgínia (Diocese de Imperatriz), o Promotor Dr. Sandro Bíscaro (diretor das Promotorias de Justiças de Imperatriz), Dra. Adriana Carvalho (Comitê da Cidadania), Carlos Elpidio (SINFRA), Aline Guajajara (UEMASUL), Emanuel Cícero (Coord, Regional da FUNAI), Eliana de Jesus Araújo (FUNAI), Artenize Santos (FUNAI), sociólogo Cleiton Marinho (UFMA), Eduardo Lopes Guajajara, Profª Margarida Chaves (UEMASUL – História) e Profa. Tereza Maracaípe (doutoranda em Letras).
  • 19/04/2022 11:40:00
  • Ingrid Chaves
  • ASCOM