Vereadores querem a criação do Museu de Imperatriz

Em projeto coletivo, parlamentares pedem um local para preservação da memória da cidade

Nesta terça (30) em sessão hibrida, foi apresentada na Câmara Municipal, indicação de Nº 176/2021, de autoria de todos os vereadores, ao prefeito Assis Ramos (DEM), e ao Presidente da Fundação Cultural de Imperatriz, Paulinho Lobão, que pede um estudo para criação do Museu de Imperatriz.

O Museu Municipal de Imperatriz deverá funcionar em um prédio a ser designado pelo Poder Executivo e servirá para resguardar os valores coletivos do município, a preservação do patrimônio cultural e material das manifestações locais.

Os museus assumem um importante papel na construção da memória das comunidades e sua criação vem de encontro com essa ideia de se conservar as lembranças e o passado, para que estes não se diluam na modernidade e no progresso contínuo em que vivemos.

A criação também se justifica graças a existência de um vasto acervo fotográfico, literário, artístico, mobiliário, instrumentos e materiais, além das manifestações culturais imateriais que precisam ser preservadas. A maioria destes bens encontram-se inacessíveis à população por estarem geograficamente dispersos ou mesmo em propriedade de particulares e a proposta envolve também a interação da comunidade que poderá participar dispondo de material documental particular, registro de festividades, manifestações políticas, artísticas e culturais.

O local terá o objetivo de proteger o que existe e de mostrar aos futuros munícipes, um pouco do que já aconteceu.

O vereador Carlos Hermes (PCdoB) informou que já existem recursos destinados pelo deputado estadual Marco Aurélio (PCdoB) para este fim, e que foi formada uma comissão liderada pela poetisa Lília Diniz, que chegou a avançar bastante, com construção de acervo, parte jurídica e espaço físico, para que fosse instalado o Museu Histórico de Imperatriz, mas com a pandemia tudo parou. Ele comunicou que assim que tiver as informações precisas irá apresenta-las em plenário.

O presidente Alberto Sousa (PDT) destacou que pode ser uma união com o estado, parceria público privada, ou exclusivamente da prefeitura, mas é fundamental que a cidade tenha um local que valorize e guarde nossa história, pois em todas as grandes cidades existem pontos turísticos e entre eles estão os museus.

 

“Um local como este em Imperatriz trará um bem muito grande para preservar o passado da cidade, contribuindo principalmente para que as crianças se tornem cidadãos conscientes da necessidade e da importância da perpetuação de suas próprias histórias”, finalizou.

  • 29/03/2021 15:52:05
  • Sidney Rodrigues
  • Sidney Rodrigues - ASSIMP