Fátima Avelino se despede da Câmara Municipal de Imperatriz após 6 mandatos consecutivos


Na sessão ela participou de forma virtual e foi representada pelo seu filho Rogério Avelino

A última sessão do ano na terça-feira, 15 de dezembro, marcou - pelo menos por enquanto - a suspensão da trajetória vitoriosa da vereadora Fátima Avelino (MDB), que desde 1997 fazia parte do quadro de parlamentares da CMI de forma ininterrupta. Nessas mais de duas décadas, foi também secretária de Meio Ambiente, secretária de Comunicação, adjunta e secretária por duas vezes da pasta de Desenvolvimento Social.

A vereadora foi representada por seu filho Rogério Avelino que decidiu em consenso com a família e de última hora, ser candidato para dar continuidade ao legado da mãe, conseguindo uma votação expressiva, mesmo com pouco tempo de campanha.

Fátima transmitiu suas palavras de gratidão a Deus, à sua família e aos eleitores, se despedindo da casa com seu dever cumprido. Garantiu que seu trabalho continua por Imperatriz.

 

“Saio com 6 mandatos consecutivos, agradecendo infinitamente a Deus e a meus colegas parlamentares. Não é fácil estar há nove meses em isolamento por amor a minha vida, amor a minha família e ao meu trabalho pela cidade. Agradeço também ao presidente Zé Carlos, pela sua gestão, seus ensinamentos e pela pessoa que ele é. Estendo a gratidão aos meus assessores que sempre estiveram ao meu lado e ao povo de Imperatriz que me conduziu tantas vezes de volta. Vejo esse parlamento e os funcionários como uma grande família, e estou sentindo muito esse desligamento.

Não sai candidata devido a pandemia, pois estou no grupo de risco. Lancei meu filho nos últimos momentos do dia da convenção e agradeço pelos 1.1157 votos dados a Rogério que fica como segundo suplente do partido. Tenho muito orgulho e alegria por ele estar nesta posição, o que me dá maior responsabilidade com essas pessoas que nos apoiam.”

 

Parabenizou Assis Ramos (DEM), que esteve permanentemente ao lado e reafirmou que sempre acreditou em sua reeleição, pelo trabalho feito. Acredita que ele fará uma nova gestão ainda melhor, dando resposta ao que o povo espera.

Avelino admite nunca ter imaginado que o mundo iria enfrentar todos estes problemas em 2020, mas para ela tudo é da vontade de Deus e tudo acontece na hora que ele permite. Pediu que a nova legislatura possa autorizar que ela use a Tribuna de forma presencial quando sair do isolamento ou tiver uma vacina.

 

“Sinto muita saudade, mas o medo é maior, e me faz ter que ficar em casa. Perdemos amigos, familiares. A única certeza que temos é a morte, mas quando eu me for que não seja por covid. Quero permanecer usufruindo da amizade e da convivência com todos. Continuarei trabalhando, como gosto e sei fazer, levando o bem ao próximo.

Encerro dizendo obrigada Deus, ao povo e a minha família. Muito obrigada população e a Câmara de Imperatriz por tudo. Feliz natal, feliz ano novo e que Deus nos abençoe!”

 

Últimas Notícias