Abono para educação é debatido em plenário

Vereadores abrem espaço para servidores e debatem sobre abono concedido para a educação básica

Na 24­a Sessão Plenária do ano, nesta quarta-feira, 20, os vereadores repercutiram sobre o Projeto de Lei do Executivo, no 028/2021, que trata sobre o abono excepcional aos servidores da educação anunciado na volta às aulas, no valor de R$6 mil reais e protocolado na Casa. O plenário contou com a presença de servidores do município que solicitaram espaço para manifestação sobre o projeto e, aprovado pelos parlamentares, foi aberta uma Tribuna Popular para ampliação da pauta.

O debate sobre o tema já tinha sido iniciado com a aprovação da indicação do vereador Fábio Hernandez (PP), que estende o benefício para vigias, zeladores e merendeiros que não estão incluídos no projeto. Com aprovação do plenário, foi aberta Tribuna Popular para que os representantes dos profissionais presentes explicassem e defendessem a ampliação do abono para outras categorias.

“Com esta indicação queremos sensibilizar o executivo, para que os não contemplados possam também ser incluídos neste abono. Esses trabalhadores também ajudam a fazer educação nas escolas. Se a gestão quiser, eles podem ser incluídos. Pedimos humildemente que esta sugestão possa avançar com o apoio dos colegas parlamentares e, assim, esses profissionais possam ter um fim de ano com um natal melhor nesta saída da pandemia”, disse o vereador Fábio.

As representantes da educação, Leonice Santana e Raimunda Silva, auxiliares de alimentação e manutenção explicaram para os vereadores que desde o inicio da pandemia atuaram na linha de frente e afirmaram que “a educação não se faz só com professores, é algo coletivo”.

“ Auxiliamos a todos os outros profissionais, mas não nos dão o merecido reconhecimento. Queremos ter pelo menos um pouco de valorização e participar dos programas que vem da educação, pois também fazemos parte dela. Somos um dos pilares das escolas. Agrademos o espaço e esperamos que os vereadores lutem por essa causa”, relataram Leonice e Raimunda.

Bebé Taxista, (AVANTE), Ricardo Seidel (PSD), Flamarion Amaral (PCdoB), Jhony Pan (PL), Manchinha (PSB), Aurélio Gomes (PT) e Rubinho (PTB), também se manifestaram no debate e classificaram a matéria como prioridade a ampliação do abono.

Diversas outras indicações também foram aprovadas e pedem por mais melhorias no asfalto, esgoto, drenagem, limpeza de córregos e construção de pontes nos bairros: Santa Inês, Parque Sanharol, Santa Rita, Nova Imperatriz, Vila João Castelo, Maranhão Novo e no Povoado Riacho do Meio.

 

Energia Solar

O vereador Flamarion Amaral (PCdoB) protocolou um Projeto de Lei que dispõe sobre financiamento e aquisição facilitada do sistema de energia solar fotovoltaica para servidores públicos de Imperatriz. De acordo com o projeto, o objetivo é proporcionar de forma facilitada o pagamento consignado em folha, além de contribuir para a sustentabilidade econômica e social, respeitando o meio ambiente. O projeto ainda destaca a elevada capacidade de Imperatriz na geração de energia solar fotovoltaica que contribui para a geração de energia limpa, de qualidade e sustentável.

  • 20/10/2021 17:00:00
  • Fabio Barbosa
  • Karoline Tragante