23ª Sessão Plenária do ano de 2021

Indicações solicitam melhorias na cidade e a instalação do Hospital do Servidor Público do Estado do Maranhão em Imperatriz

Na manhã desta terça-feira, 19, em sessão plenária, diversas indicações foram aprovadas na Câmara Municipal para solicitar aos demais poderes executivos, tanto estatual como municipal, obras e intervenções de melhorias na cidade. Entre elas, a solicitação do vereador e presidente da Casa, Alberto Sousa (PDT) para instalação do Hospital do Servidor Público do Estado do Maranhão em Imperatriz.

Segundo o parlamentar, a cidade merece esse gesto e atenderia uma demanda importante da população, além de garantir o direito do servidor em ter assistência plena à saúde sem a obrigação de “se deslocarem até a capital em busca de atendimento”.

" Hoje, para ter direito ao atendimento, o servidor somente consegue atendimento indo para São Luís. E, claro, isso dificulta o acesso, torna oneroso para o servidor e, eles acabam procurando os Hospitais da região. Ou seja, com a unidade aqui em Imperatriz vamos dar mais uma opção de atendimento e, consequentemente, contribuir para a melhora do atendimento de toda a população," explicou Alberto Sousa.

A proposição 574/2021 do vereador Jhony Pan (PL) que solicita ao Poder Executivo para observar a questão da tolerância de 15 minutos no estacionamento rotativo Zona Azul, conforme disposto no Decreto que regulamenta o serviço, provocou um debate no plenário. Assim como a indicação de autoria da vereadora Claudia Batista (PTB), que solicita a dispensa de cobrança os veículos de carga e descarga na Zona Azul.

“ Já está previsto no art. 9º do Decreto da Zona Azul a tolerância de 15 minutos no estacionamento, porém ele não está sendo cumprido e precisamos cobrar que o Executivo faça valer esse dispositivo”, explicou Jhony Pan.

Os vereadores também debateram sobre a situação denunciada pelo vereador Rubinho Lima (PTB) em relação a obra da Escola Municipal Fernanda Branco Oliveira, no conjunto Habitar Brasil. De acordo com o vereador, a obra recém entregue apresenta diversos danos estruturais e que podem colocar em risco os estudantes e funcionários da escola.

“As crianças não podem estar naquela escola, ou em outras do município numa situação daquelas, e eu não vou parar. Chamei alguns vereadores como Manchinha e Jhony Pan, para intensificarmos nossas fiscalizações. Com isso quem vai ganhar é a sociedade Imperatrizense”, explicou Rubinho.

 

Os parlamentares Carlos Hermes (PCdoB) e Bebé Taxista (AVANTE) cobraram uma maior firmeza na exigência e na fiscalização dos padrões exigidos pela ABNT nas obras realizadas na cidade, principalmente as de grande porte.

 

No início do expediente, foi apresentado para encaminhamento a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) o veto 1356/2021 da Procuradoria Geral do Município (PGM) ao projeto 1878/2021 do vereador Adhemar Freitas Junior (SDD) e que trata sobre a publicidade das filas de espera das cirurgias eletivas. De acordo com o veto, o projeto apresenta “ilegitimidade no processo por afrontar a competência do poder executivo”.

  • 19/10/2021 16:00:00
  • Fabio Barbosa
  • Karoline Tragante