05/11/2015 15:37:50

Avenida Pedro Neiva de Santana necessita de barreiras eletrônicas‏

Vereador Enoc Serafim solicita providências no sentido que acidentes sejam evitados na via que interliga Imperatriz a João Lisboa.

"É preciso instalar redutores de velocidade na Avenida Pedro Neiva de Santana”. Foto: Fábio Barbosa/Assimp

A rodovia Pedro Neiva de Santana que liga Imperatriz a João Lisboa [10 km de extensão] semanalmente registra ocorrências de acidentes de trânsito, sendo a maioria com vítimas fatais. A observação é do vereador Enoc Lima Serafim (PDT) ao lembrar que a estrada tem sido conhecida por “Rodovia da Morte”.

Ele compara que o trecho de João Lisboa a Amarante do Maranhão [90 km de extensão], revitalizado ainda no governo passado, não apresenta esse elevado índice de acidentes de trânsito na MA-122. “Esse perímetro é mais estreito, mesmo assim não se houve falar nessa constância de acidentes, como ocorre na Avenida Pedro Neiva de Santana”, assinala.

O parlamentar defende a urgente colocação de redutores de velocidade em pontos estratégicos da Avenida Pedro Neiva de Santana, medida que deverá reduzir os índices de acidentes de trânsito. “É preciso instalar barreiras eletrônicas para inibir o excesso de velocidade dos veículos”, sugere.

Enoc Serafim recorda que o secretário de Estado de Infraestrutura (Sinfra) Clayton Noleto realizou vistoria vistoriou, ainda no começo do ano, toda extensa da Avenida Pedro Neiva de Santana, garantindo a instalação de redutores de velocidades e até barreiras eletrônicas.

“Essa rodovia foi mal feita, inclusive a iluminação pública não funciona corretamente com vários pontos em plena escuridão”, reclama ele, que solicita medidas emergenciais ao governo estadual no sentido de garantir a segurança dos usuários da Avenida Pedro Neiva de Santana. 

Ele apelou ao governo maranhense a utilizar o programa “Mais Asfalto” para revitalizar a camada asfáltica da Avenida Pedro Neiva de Santana. “É preciso intervenção emergencial do estado para que redutores de velocidade sejam instalados, evitando outras mortes, como a que ocorreu nessa segunda-feira (2)”, finalizou. 

Fonte: Gil Carvalho/ Assessoria