28/10/2015 16:10:14

Famílias de trabalhadores sem-terra dificultam obras da Estrada do Arroz‏

O vereador Chiquim da Diferro esteve no local para verificar a situação

“Os sem-terra que estão às margens da estrada não permitem que a empresa passe com benefício “Os sem-terra que estão às margens da estrada não permitem que a empresa passe com benefício ". Foto: Fábio Barbosa/Assimp

Imperatriz – O vereador Francisco Rodrigues da Costa (PSC), o ‘Chiquim da Diferro’, esteve no último final de semana na Estrada do Arroz. Segundo o vereador, as obras encontraram um problema na região de Coquelândia. “Os sem-terra que estão às margens da estrada não permitem que empresa passe com esse grande benefício para a região de Petrolina e Cidelândia. Teve uma reunião lá no sábado, eles só vão permitir que a empresa dê continuidade das obras depois que receberem as terras”.

‘Chiquim’ diz que a reivindicação dos sem-terra é legítima, mas não concorda que eles dificultem a realização de um sonho antigo dos moradores. “Esse é um sonho de mais de 60 anos. Quantas pessoas morreram e não viram esse sonho ser realizado, não podemos concordar”.

Ele pediu o apoio dos vereadores, solicitando que o secretário de Infraestrutura converse com o pessoal do Incra, para tentarem resolver o problema o mais rápido possível. Ainda de acordo com o vereador a inauguração da obra, prevista para dezembro, pode não acontecer. Além desse problema, as pontes ainda não estão prontas.

 

Na última segunda-feira (26) os moradores de Coquelândia fecharam a Estrada do Arroz, reivindicando a recuperação de uma estrada vicinal. Estive no gabinete do secretário com Hamilton Miranda, Antonio José e Zé da Farmácia,  e lá fizemos um pedido que fosse colocado dentro da programação a recuperação das vicinais. “A comunidade está penalizada, são só 12 quilômetros, foram feitas todas, menos aquela, que só vai trazer benefícios para aquele povo”.

Fonte: Mari Marconccine/Assessoria