01/10/2015 16:34:59

Rildo Amaral denuncia Golpe do FGTS‏

Vereador convida servidores municipais para audiência pública no próximo dia 8

Vereador Rildo Amaral: “7.400 servidores caíram no Golpe do FGTS” Vereador Rildo Amaral: “7.400 servidores caíram no Golpe do FGTS”. Foto: Fábio Barbosa/Assimp

A promessa de pagamento do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) foi o maior golpe sofrido, em todos os tempos, pelo funcionalismo público municipal de Imperatriz, segundo afirmou o vereador Rildo de Oliveira Amaral (SD) durante pronunciamento nessa quarta-feira (30) na tribuna “Freitas Filho”.

Ele disse também que não existe previsão legal de pagamento e o servidor público que desejar receber o FGTS necessitará entrar na justiça para assegurar esse direito. O impasse deve ser esclarecido durante realização de audiência pública prevista para o próximo dia 8 de outubro (quinta-feira), a partir das 9h, no plenário Leo Franklin, da Câmara Municipal de Imperatriz.

“A Prefeitura de Imperatriz aplicou o ‘golpe do FGTS’ em 7.400 funcionários públicos, pois quando estavam nas rodadas de negociações alertei os sindicatos que o município não libera FGTS, inclusive naquele momento a promotora Nayma concordou, pois lembra que um dos critérios era a transmutação de regime”, frisa.

Rildo Amaral assinala que o “Golpe do FGTS” contou com o aval dos sindicatos, da Secretaria Municipal de Administração e Modernização (Seamo) e da Câmara Municipal de Imperatriz. “ E agora vai começar a pipocar greve para todo lado, pois todos os servidores foram enganados dizendo que iam receber esse recurso”, disse.

O parlamentar observa que diante da expectativa teve funcionário que chegou a comprar automóvel, planejou viagem e fez dívidas aguardando a liberação do dinheiro do FGTS. E relata ainda que a Câmara Municipal se adiantou com três funcionários para receber o recurso, porém não conseguiram êxito junto à Caixa Econômica Federal (CEF).

 

Fonte: Gil Carvalho/ Assessoria