17/09/2015 15:00:25

Rildo Amaral: “Servidores pedem esclarecimentos sobre pagamento do FGTS”‏

Ele solicitou ainda a liberação das carteiras de trabalho

Vereador Rildo Amaral pede esclarecimentos sobre pagamento do FGTS Vereador Rildo Amaral pede esclarecimentos sobre pagamento do FGTS . Foto: Fábio Barbosa/Assimp

IMPERATRIZ – O vereador Rildo de Oliveira Amaral (SDD) solicitou nessa quarta-feira (16) ao secretário Municipal de Administração e Modernização (SEAMO), Iramar Cândido Lima, a relação de todas as informações sobre a liberação para pagamento do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) dos direitos dos servidores efetivos durante a transmutação de regime que deixou de ser da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) e passou a ser estatuário.

Ele também solicitou a liberação das carteiras de trabalho dos servidores municipais de Imperatriz. “A retenção de documento é crime, pois se a pessoa deixa a carteira de trabalho em uma empresa são três dias para devolvê-la, e não três anos”, comparou.

Rildo Amaral pediu em caráter de urgência que o município devolva as carteiras de trabalho dos servidores e estranhou o silêncio da prefeitura que não presta os esclarecimentos necessários aos servidores, fato que suspeita que algo pode está errado. “No extrato do FGTS mostra o valor retido, porém em outras contas não apresenta esse saldo. Se o valor está retido precisamos saber as causas por isso estou pedindo urgência urgentíssima”, justifica.

A vereadora Caetana Frazão (PSDB) também manifestou preocupação sobre o pagamento e a devolução das carteiras do FGTS aos servidores do município de Imperatriz. “Precisa ser esclarecido esse fato, pois mais de sete mil funcionários públicos estão preocupados e não sabem o que realmente está acontecendo”, disse ela, que subscreveu a indicação do vereador Rildo Amaral. 

O líder do Governo na Câmara Municipal de Imperatriz, João Francisco Silva (PTB), considerou pertinente a proposição do colega Rildo Amaral, inclusive devendo fazer por escrito ao Poder Legislativo. “Esse esclarecimento deve ser lido aqui na sessão e as pessoas que tenham interesse tomem conhecimento e não ficar explicando a cada pessoa”, propôs. 

Fonte: Gil Carvalho/ Assessoria