19/05/2015 15:55:07

Cursinho Popular Anhanguera-Buriti atende estudantes da rede pública de ensino‏

As aulas iniciaram neste fim de semana e 120 estudantes são beneficiados com o projeto

As aulas serão ministradas três vezes por semana na Escola Edison Lobão As aulas serão ministradas três vezes por semana na Escola Edison Lobão. Foto: Will Ferreira

Iniciaram nesse fim de semana, as aulas do cursinho Pré-vestibular Popular Anhanguera-Buriti. O projeto social, mantido pelo vereador professor Carlos Hermes (PCdoB), atende estudantes do terceiro ano da rede pública de Educação. Ao todo, mais de 200 candidatos fizeram a inscrição para o cursinho, deste total, 120 foram selecionados.   

Uma das beneficiadas com o projeto é Débora Pâmella. Ela almeja uma vaga no curso de administração, e viu no cursinho popular uma oportunidade de reforçar os estudos para alcançar este objetivo. “É um projeto que auxilia muito quem deseja ingressar em um curso superior, principalmente, aqueles que não têm como pagar a mensalidade em outros cursinhos da cidade. Sabemos que o orçamento familiar é apertado, e não é fácil nossos pais dispor dinheiro para mais este investimento. Fiquei contente por ser selecionada e estou muito confiante”.

As aulas ocorrerão três dias da semana, na escola Edison Lobão, no Parque Anhanguera, e serão ministradas por mais de 20 professores voluntários, de várias áreas de ensino. Para o professor Carlos Hermes, idealizador do projeto, o cursinho é uma forma de retribuição social. “Contribuir para com a educação destes jovens torna esse projeto mais motivador e aumenta a nossa responsabilidade de melhorar sempre. Contamos com professores voluntários, que foram estudantes de universidades públicas, portanto, esta é uma maneira de contribuir com a sociedade e compartilhar experiências”. 

O Cursinho Pré-vestibular Anhanguera-Buriti surgiu no segundo semestre de 2014, a partir da verificação da necessidade de auxiliar estudantes dos bairros Anhanguera e Buriti a ingressarem a curso superior. Após, atender aquela região, incluindo São Salvador e Bacuri, a proposta é expandir o projeto para outras áreas da cidade, assim sendo, contemplar mais alunos.

Fonte: Paula de Társsia