01/04/2015 19:19:17

Comissão técnica deverá avaliar estrutura da UPA do São José‏

A solicitação é do vereador Francisco Rodrigues, o Chiquim da Diferro

Vereador Chiquim da Diferro: moradores clamam pela abertura da UPA do São José Vereador Chiquim da Diferro: moradores clamam pela abertura da UPA do São José . Foto: Fábio Barbosa/Assimp

 Imperatriz – A estrutura física do prédio da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), construída pela Prefeitura de Imperatriz, deverá ser avaliada por uma comissão técnica da Secretaria de Estado da Saúde (SES) do Governo do Maranhão. A informação foi prestada ontem à reportagem pelo vereador Francisco Rodrigues da Costa (PR), o Chiquim da Diferro. 

Segundo ele, o objetivo da visita técnica servirá para definir o nível [tipo I ou II] que deverá ser adotado para abertura da UPA do São José. Além disso, o parlamentar solicitou a viabilização de recursos, por meio de parceria a ser celebrada entre o Estado e o Ministério da Saúde, para aquisição de equipamentos no sentido de agilizar a abertura dessa unidade de saúde que contribuirá para desafogar a grande demanda por atendimento médico de urgência em Imperatriz. 

Chiquim da Diferro lembra que a comunidade do grande Santa Rita, na época da gestão do prefeito Jomar Fernandes (PT), sofreu um grande prejuízo na área da saúde pública quando o município comprou o hospital Nice Lobão, fechando-o com a promessa que o mesmo seria revitalizado. “Naquela época ouvi muita gente dizer: os culpados são os vereadores. Ou seja, Chiquim da Diferro, João Silva e Nival Coelho. Porém, lutamos para que esse hospital voltasse a funcionar, mas infelizmente o prefeito da época não quis”, dispara. 

Agora, completa o vereador, a comunidade dispõe de um novo equipamento público: a UPA do São José – construído há dois anos, porém fechada -, necessitando de equipamentos e de recursos para manutenção e custeio das ações de saúde pública naquela grande região de Imperatriz. “Em São Luís, estive na semana passada viabilizando esforços –e tentando sensibilizar o governo estadual— para que ajudem o município a funcionar esse hospital é muito importante para nossa gente”, reitera. 

Fonte: Gil Carvalho/Assessoria