Casa da Gestante pode ser instalada em Imperatriz ‏


Post

Imperatriz – A instalação de uma casa de passagem para abrigar gestantes e parturientes que residem em bairros, povoados e até em outros municípios circunvizinhos a Imperatriz, atendidas pelo Hospital Regional Materno Infantil (HRMI), volta a ser defendida pela vereadora Terezinha Oliveira Santos (PSDB), a Terezinha Soares.

Presidente da Comissão de Saúde e Assistência Social, da Câmara Municipal de Imperatriz, a parlamentar solicitou ontem ao Governo do Estado a liberação de recursos para que seja viabilizada a instalação da casa de apoio, projeto que deve ser desenvolvido em parceria com a Prefeitura de Imperatriz.

“Temos recebido desde o mandato passado diversas notificações da comunidade, principalmente de gestantes e parturientes que moram em bairros e povoados, mas que não têm condições de custear despesas de abrigo e até de transporte, tendo muitas vezes que recorrer a casas de amigos e parentes em Imperatriz”, justifica ela.

Terezinha Soares também solicitou apoio dos deputados estadual para que disponibilizem recursos por meio de emenda parlamentar para a implantação da “Casa da Gestante de Imperatriz”. “É uma necessidade da nossa gente, fato verificado todos os dias no Hospital Regional Materno Infantil”, afirma.

Visita – Soares classifica ainda como positiva a primeira visita do governador Flávio Dino (PCdoB) que lançou o programa ‘Mais Asfalto’, contemplando a cidade com 17 km de pavimentação, revitalizando diversas ruas e avenidas utilizadas como ‘corredor de transporte coletivo de passageiros em Imperatriz’. 

Ela destaca ainda a assinatura da autorização de celebração de convênio para o fornecimento de serviços de radioterapia em Imperatriz, descentralizando-o a capital São Luís, devendo no prazo de 30 dias iniciar o tratamento de radioterapia na segunda maior cidade do Maranhão.