26/11/2014 16:45:08

Aurélio denuncia omissão diante dos problemas na saúde de Imperatriz‏

O vereador visitou o Socorrão e constatou irregularidades, que foram enviadas ao MP

Aurélio lamenta a morte de pessoas por falta de atendimento no Socorrão Aurélio lamenta a morte de pessoas por falta de atendimento no Socorrão. Foto: Fábio Barbosa/Assimp

No uso da tribuna da Câmara Municipal, o vereador Aurélio (PT) alertou que a saúde de Imperatriz vive o seu pior momento. No último domingo (23), o alto número de óbitos chamou a atenção da imprensa e escancarou os problemas enfrentados pelos pacientes do Hospital Municipal (Socorrão). 

“Oito pessoas morreram no Socorrão nesse domingo e a denúncia é que foi por falta de funcionários em serviço. Recebemos a informação de que só tinham quatro disponíveis. Não podemos admitir que as pessoas morram por falta de um simples atendimento ou de um remédio”, denunciou Aurélio.

Em visita ao hospital, Aurélio, que esteve acompanhado de uma comissão de legisladores, vistoriou as dependências e cobrou medidas urgentes ao diretor Alisson Mota, que se esquivou e garantiu que a situação não é grave.        

Um relatório está sendo elaborado pela equipe de vereadores que visitou o Socorrão e dados já foram enviados ao Ministério Público, que junto à Defensoria Pública também está investigando as causas da precariedade dos serviços de saúde em Imperatriz.

“O povo (da Prefeitura) diz que se você for lá está tudo bem, mas não está. Colega, você está de parabéns, a saúde de Imperatriz realmente não presta e todos os vereadores aqui sabem disso”, destacou o vereador Antonio José (DEM). 

Aurélio destacou ainda que em rede nacional, o responsável pelo Hospital Municipal de Araguaina (TO) afirmou que a maioria dos pacientes de lá é de Imperatriz. Aqui, tentam justificar os problemas com a vinda de muitos pacientes de outras cidades. “Chega desse troca troca de culpa. A saúde é pública e universal, deve ser garantida em qualquer lugar”, repudiou.

Fonte: Mariana Castro