19/11/2014 00:59:04

Rildo Amaral presta homenagem a equipe de futsal do Graça Aranhã‏

A equipe foi campeã nos Jogos Escolares da Juventude

Vereador Rildo Amaral faz homenagem aos atletas de futsal da Escola Graça Aranhã, em Imperatriz Vereador Rildo Amaral faz homenagem aos atletas de futsal da Escola Graça Aranhã, em Imperatriz. Foto: Fábio Barbosa/Assimp

Imperatriz – A conquista da medalha de ouro no futsal masculino (categoria infanto - 15 a 17 anos) nos Jogos Escolares da Juventude, em João Pessoa (PB) foi destacada nessa terça-feira (18) na tribuna “Freitas Filho” pelo vereador Rildo de Oliveira Amaral (SD).

“É a primeira vez que uma equipe de Imperatriz, fora o voleibol, é campeã brasileira, êxito que precisa ser vangloriado em virtude das condições que os garotos saíram de Imperatriz”, disse ele, ao lembrar que toda a delegação maranhense viajou de avião, porém os alunos-atletas de Imperatriz e Açailândia viajaram em um microônibus para João Pessoa.

Ele conta que os atletas, após uma viagem cansativa, chegaram cedo na capital da Paraíba, jogando contra o time do Pitágoras, de Minas Gerais. Por 2 x 1, o Graça Aranha venceu e ficou o título inédito para futsal de Imperatriz e do Maranhão.

Rildo Amaral reclamou do abandono e o desprezo para com o esporte do Maranhão. “Subo, novamente, nessa tribuna para lembrar que completou seis meses que a Prefeitura Municipal não paga quem realizou os Jogos Escolares de Imperatriz (JEIs)”, denunciou.

O vereador observa que os professores abdicaram de lecionar nesse período para ajudar na realização dos JEIs-2014. E lembrou que os profissionais têm feito reclamações e manifestações no sentido de receber pelo serviço que prestaram ao município de Imperatriz.

“Essa situação evidencia o desprezo e o descaso como é tratado o esporte em Imperatriz”, diz ele, ao citar, como exemplo, o abandono de equipamentos públicos, cita como exemplo, a quadra poliesportiva, com 90% das obras concluídas, no bairro Conjunto Vitória.

Rildo Amaral reclama ainda da falta de conservação dos equipamentos esportivos da Praça Mané Garrincha, no Centro. “Temos outros exemplos: o da Praça União e o da Beira-rio, pois não se ver nenhuma movimentação para incentivar a prática esportiva em Imperatriz”, concluiu. 

Fonte: Gil Carvalho