Paralisadas obras do PAC-2 na grande Vila Nova‏


Post

O conjunto de obras de urbanização da grande Vila Nova, que preveem investimentos na ordem de R$ 56.238.949,25 através do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC-2), do Ministério das Cidades, está paralisado em Imperatriz.

É o que informa o vereador Weudson Feitosa dos Santos (PTdoB), o bispo Eudes. 

Ele observa que a paralisação dos serviços têm causado transtornos, principalmente aos moradores e comerciantes da Avenida Itaipu, via que liga os bairros Recanto Universitário a Vila Nova. “Essa avenida foi desgastada com a obra do PAC-2, fato que estamos solicitando a imediata restauração dessa via, antes da chegada do período invernoso, evitando dessa forma mais transtornos aos moradores”, disse. 

O parlamentar compreende que o projeto de urbanização deverá beneficiar a comunidade de oito bairros, porém a suspensão dos serviços tem sido motivo de reclamação da população que exige a retomada das obras. Ele pretende encaminhar ainda nesta semana ofício à Caixa Econômica Federal (CEF) para que sejam fornecidas informações sobre a obra e os recursos aplicados na execução. 

“A paralisação dessa obra tem sido reclamada por todos os moradores que sofrem com os transtornos deixados pela construtora, como a poeira, lama e buracos”, aponta o vereador bispo Eudes ao citar que ainda faltam construir 21 quilômetros de galeria de drenagem profunda e asfaltamento das vias dos bairros contemplados com a obra do PAC-2.  

Eudes ressalta que “a construtora resolveu suspender a obra devido atraso no pagamento das parcelas, cuja medição da obra aconteceu há 20 dias”. “Vou comprovar de fato e de direito essa informação ao oficializar a Caixa Econômica Federal – CEF. Os recursos dessa obra são administrados pela Prefeitura de Imperatriz”, finalizou.