03/09/2014 00:12:59

Vereador Rildo Amaral solicita cancelamento do contrato da Caema‏

O vereador afirmou que o problema não é a falta de água, mas de investimentos.

“A cidade não suporta mais. O prefeito tem que der coragem pra romper o contrato com a Caema”, afirm “A cidade não suporta mais. O prefeito tem que der coragem pra romper o contrato com a Caema”, afirm. Foto: Fábio Barbosa/Assimp

Durante a sessão desta terça-feira (02), Rildo de Oliveira Amaral (SDD) reforçou o pedido da indicação sobre o mandado de segurança contra  a Caema, informando que tem visto de perto a situação dos moradores de alguns bairros da cidade como Santa Lúcia, Vilinha, Airton Sena, Parque Alvorada e muitos outros, mas, além disso, pede que o prefeito cancele o contrato com a empresa.

“Fico me perguntando: quando terão coragem de romper esse contrato com a Caema? A Vila Fiquene, por exemplo, se encontra em alguns pontos, há 45 dias sem água. Onde é que fica a nossa vergonha, de representar um município que passa o rio Tocantins no seu quintal? E cavar poço não vai resolver o problema.”

Amaral afirmou indignado que o problema não é a falta de água, mas de investimentos. E falou ainda que “mais absurdo do que se cobrar taxas indevidamente, para um tratamento de esgoto que não existe, é esse esgoto ser jogado nas águas do rio Tocantins”.

O vereador pediu que fosse seja enviado ofício ao prefeito Madeira solicitando o rompimento do contrato com a empresa. 

“A cidade não aguenta mais. O prefeito Madeira tem que ter coragem pra que se rompa esse contrato. A Caema tem ainda 24 anos pra fazer o povo sofrer. Tenho vergonha de andar nos bairros da cidade e pensarem que sou omisso com toda essa palhaçada que a Caema faz em Imperatriz.”

Fonte: Mari Marconccine