06/08/2014 15:55:24

Dez novos poços artesianos começam a ser perfurados em Imperatriz‏

Fidelis Uchoa destaca apoio da Secretaria Municipal de Regularização Fundiária

Vereador Fidelis Uchoa agradece apoio da Secretaria de Regularização Fundiária da Prefeitura de Impe Vereador Fidelis Uchoa agradece apoio da Secretaria de Regularização Fundiária da Prefeitura de Impe. Foto: Fábio Barbosa/Assimp

Imperatriz – Os serviços de perfuração de dez novos poços artesianos começaram a ser executados pelo Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Saúde, na tentativa de amenizar o problema de abastecimento de água em Imperatriz, a maior cidade do interior do estado.

De acordo com vereador Fidelis Uchoa (PRB), que utilizou terça-feira (5) a tribuna “Freitas Filho” a iniciativa atende a um pedido dos vereadores e a necessidade da população dos bairros afetados com a crise de abastecimento de água em Imperatriz. 

“A comunidade do Parque Amazonas será uma das primeiras a ser beneficiada com essa importante obra que normalizará o sistema de abastecimento e distribuição de água potável de qualidade ao nosso povo dos bairros de Imperatriz”, disse ele, que verificou in loco a execução dos serviços de perfuração do poço artesiano. 

Uchoa fez um agradecimento público ao município de Imperatriz, por meio da Secretaria Municipal de Regularização Fundiária (Serf) que não mediu esforços para viabilizar a documentação da área utilizada para perfuração desse poço artesiano.

“Há 22 anos esses moradores sofrem com essa grave situação, mas diante das constantes reivindicações sociais e políticas, o governo se manifestou por meio do secretário Ricardo Murad que garantiu a solução do problema”, frisa. 

 

Ele reconhece que o início das obras demorou, porém tem sido agora motivo de satisfação dos moradores que desejam a conclusão dos serviços o quanto antes para desfrutar da água potável que será fornecida por meio da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão – Caema. “A comunidade sabe reconhecer e aguarda com muita expectativa por esse benefício”, concluiu. 

Fonte: Gil Carvalho