Campanha da Fraternidade 2020 é apresentada na Câmara Municipal‏


Post

Data: 06/03/2020 | Fonte: Sidney Rodrigues - ASSIMP | Fotografo: Fábio Barbosa

A pedido do vereador Carlos Hermes (PCdoB) aconteceu nesta quinta (05), Tribuna popular sobre o lançamento da Campanha da Fraternidade na Câmara Municipal de Imperatriz.

Com o tema “Fraternidade e Vida: Dom e Compromisso”, e como lema “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele”, os representantes da equipe diocesana formada por José Willamy e Deir Vieira fizeram uma pequena apresentação, onde foi explicado que há mais de 50 anos a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) realiza a partir da quarta-feira de cinzas, esta campanha.

“Neste período a igreja católica celebra o período da quaresma, que vai da quarta após o carnaval, até a sexta santa quando Jesus é batizado e passa 40 dias em jejum e oração. Para quem é cristão, independentemente de ser católico ou evangélico, as orações são iguais, apenas feitas por caminhos diferentes; quinta sexta e sábado onde jesus é acusado, preso, julgado, crucificado e morto, os dias simbolizam o trio pascal e nesse período devemos fazer essa reflexão ao nosso modo de vida”, disse Deir.

Explicou que a campanha é trazida aos vereadores como forma de reflexão das formas de defesa da vida, da criança, da mulher e na dignidade humana, pois a campanha defende a vida acima de tudo, e vereadores são aqueles que fiscalizam as boas ações para a cidade e devem pensar nela e no bem do outro independente de partidarismos e ideologias

Citaram a história do bom samaritano, pessoa que ajudou um estranho caído ao chão, reconhecendo apenas a necessidade e a precisão naquele momento e fizeram o paralelo de que não é justo que estejamos na missa, no culto ou no grupo de oração e não ajudemos quem realmente precisa, nem busquemos a mudança verdadeira, tendo amor e compaixão com os que sofrem.

“Jesus veio trazer amor e misericórdia e precisamos estar vigilantes pois essa virtude é um dom de Deus e deve ser defendida acima de tudo. Nosso compromisso é estabelecer parâmetros e meios para que isso aconteça, através de leis e atitudes políticas, afastando os interesses e as diferenças, amando e respeitando o outro. Isso é ser católico, evangélico, cristão e cidadão, praticando o cristianismo e a cidadania para todos os lados”, finalizou o Sr. Willamy, agradecendo o espaço dado na tribuna.