Pedro Gomes mostra ruas interditadas e situação crítica nos bairros de Imperatriz‏


Post

Data: 11/02/2020 | Fonte: Sidney Rodrigues - ASSIMP | Fotografo: Fábio Barbosa

O vereador Pedro Gomes (PSC) esta semana, mais uma vez subiu à tribuna para mostrar fotos de várias ruas que estão praticamente destruídas nos bairros.

Informou que há 40 anos mora na região da grande vila nova e que nessa legislatura teve a felicidade de ter um mandato fiscalizando, criando projetos de leis, fazendo indicações e levando as demandas ao prefeito e ao secretário de infraestrutura para que pudessem fazer algo pela região, mas estão completando 4 anos e nada foi feito. Comparou a situação com a época de Salvador Rodrigues onde as pessoas não tem o direito de ir e vir, onde as avenidas principais que dão acesso aos ônibus, estão impossíveis de passar e os moradores colocando barricadas interditando tudo. 

“Na Vila Fiquene, o Parque Ayrton Senna, Vila independente, Santa Lucia, Parque Sanharol e Parque da Mangueira a situação é dramática e não justifica dizerem que está assim agora por causa do inverno, pois quando não estava chovendo não fizeram nada. Trechos pequenos e críticos onde nada é feito. Ruas principais e avenidas, onde não passa mais ônibus, ambulâncias e nem o carro do lixo. Estão dizendo que vão mudar agora a realidade, quase no fim de mandato e em ano político. Não conseguimos entrar nem na igreja do bairro. O povo da grande Vila nova está pedindo socorro. Caiu até um táxi no riacho e agora os moradores estão fazendo a ponte. Parece que não tem nem prefeito”, disse.

Mostrou as ruas Euclides da Cunha, Frei Epifânio e XV de Novembro na Vila Nova onde fica a igreja menino Jesus.  Na rua Tocantins cabe praticamente um carro no grande buraco que se formou. A rua Henrique Dias tem quase 3 anos destruída sem acesso e as ruas Bandeirantes, São Sebastião e São Francisco em frente a Escola Vespasiano Ramos, os estudantes não conseguem nem entrar. Ainda situações críticas nas ruas Itaúna, Paulo Afonso, Rua Grande e rua das Furnas. Todas são ruas principais.

O vereador diz já ter mandado vários ofícios, fez emendas e quem achar que ele não trabalha, que venha até a Câmara ver o seu trabalho no gabinete. Aproveitou para parabenizar o governo do estado que iniciou a construção da casa da mulher e a da casa do idoso na Vila Nova.

Pediu que seja feita em caráter de urgência uma força tarefa que fique trabalhando de forma permanente nesses bairros.  “Nada foi feito em mais de 3 anos, o PAC II não vai ser feito e agora estão numa correria sem fim, tentando resolver tudo de uma vez, apenas por que é o ano é eleitoral, tapeando as pessoas. Ruas intrafegáveis e o povo revoltado. O que precisamos urgentemente é de trabalho”, finalizou.