Irmã Telma cobra atrasos de pagamentos da prefeitura aos laboratórios de Imperatriz‏


Post

Data: 11/02/2020 | Fonte: Sidney Rodrigues - ASSIMP | Fotografo: Fábio Barbosa

No uso da Tribuna esta semana, a vereadora Irmã Telma (PROS), informou ter recebido os proprietários de laboratórios que a procuraram, para tratar sobre os atrasos dos pagamentos de mais de 6 meses e ela garantiu a eles que faria a cobrança em plenário.

Disse que os donos não aguentam mais, pois é metade de um ano nessa situação, não sendo pagos por serviços feitos e que são vidas, e essas não se pode deixar para depois, nenhuma empresa ou prestador de serviço suporta ou aguenta passar 6 meses sem receber.

“Peço ao prefeito e ao secretário de saúde que se sensibilizem com essa triste realidade. Mandam o serviço ser feito e não pagam. Estamos sensíveis aos problemas da sociedade, mas parece que a prefeitura não pensa nem age da mesma forma. Vejam a situação que vivem os donos de laboratórios. É melhor e mais importante, deixar de fazer tapa-buracos e cuidar da saúde das pessoas. Não dá pra deixar para depois. Prometi que traria essa causa para ser discutida. Tem funcionários que estão há 4 meses sem receber. As empresas não estão conseguindo pagar. A saúde não espera e a causa não é só minha, mas do povo de Imperatriz, pois a vida não espera.

A cidade está mal, cada dia pior, nada vai bem e a população está sofrendo com isso. Cirurgias de vista também foram suspensas por falta de pagamento, está todo mundo pedindo socorro”, declarou.

Reiterou que os vereadores estão ali para darem respostas e correr atrás de resolver esses tipos de problemas. Uma realidade triste, pois o secretário de saúde vai até a Câmara, presta contas que não condizem com a realidade, pois não estão pagando ninguém e afirmou que a população está vindo pedir socorro nos gabinetes, pedindo ajuda para fazer exames.

A vereador também tratou de outra questão terrível, que é a da falta de caixões para as pessoas que não tem condições de pagar. Morreram muitas pessoas de baixa renda no socorrão e as funerárias ao serem procuradas informaram que a licitação para caixões foi cancelada. Não estão sendo liberados caixões para enterrar pessoas necessitadas. Informou que já recebeu mais de 10 denúncias sobre esse assunto e quer esclarecimentos, pois parecem estar fazendo política até nesta área, onde só são liberados caixões para quem é partidário ou apoiador da gestão.

“Estão fazendo cotas para vereadores, explorando politicamente quem não tem condições nem para comprar um caixão, é vergonhoso, lamentável fazerem isso no momento de dor de uma família”, finalizou.