Avenida Beira-rio está em situação de calamidade, diz presidente‏


Post

Imperatriz – O presidente da Comissão de Obras e Serviços Públicos, vereador Antônio Fernandes de Oliveira (DEM), o Antônio José, reclama da morosidade dos serviços de revitalização da Avenida João de Deus Fiquene, a conhecida Beira-rio, em Imperatriz. A obra, realizada pela prefeitura municipal, é resultado de recursos liberados pelo governo federal.

Ele classifica como “situação de calamidade” o estado de conservação da Beira-rio, considerada a maior área pública de lazer do município de Imperatriz. O presidente garante que encaminhou ofício a todos os membros da Comissão no sentido que seja realizada vistoria in loco sobre o andamento das obras de reforma da Avenida Beira-rio.

“A cidade precisa e o povo necessita de uma resposta”, disse ele, ao garantir que a resposta deverá ser dada pela Câmara de Vereadores de Imperatriz. “Fui cobrado publicamente pelo bispo Eudes que nesta terça-feira (13) utilizou a tribuna, disse-lhe que basta ‘intimar’ a Comissão para acompanhá-lo”, frisou.

O vereador Antônio José assegurou que é intenção da Comissão inspecionar a situação das ruas e avenidas que foram danificadas nestas últimas semanas pelas chuvas que caíram em Imperatriz. “Vamos convidar todos os profissionais da imprensa para acompanhar o trabalho de vistoria que será feita pelos vereadores da Comissão de Obras e Serviços Públicos”, reitera.

A Comissão de Obras e Serviços Públicos é formada pelos vereadores Enoc Lima Serafim (vice-presidente); Terezinha de Oliveira Santos (2º vice-presidente); Fidelis Rodrigues da Silva Uchoa (1º secretário); Richard Wagner Silva de Mercedes (2º secretário) e ainda os suplentes Edneusa Caetana Frazão e Weudson Feitosa dos Santos, o bispo Eudes.