08/05/2014 17:03:21

Adiada audiência pública de criação do plano de gerenciamento costeiro de Imperatriz‏

Motivos de força maior adiaram o vento que vai ser remarcado para uma nova data

Acidente de trânsito adia audiência pública desta quinta-feira (8) Acidente de trânsito adia audiência pública desta quinta-feira (8). Foto: Fábio Barbosa/Assimp

Imperatriz - O presidente da Comissão permanente de Planejamento, uso, ocupação, parcelamento do solo e meio ambiente, vereador Marco Aurélio Azevedo (PC do B), abriu a reunião na manhã desta quinta-feira (8), justificando o adiamento da audiência pública por motivos de força maior. “Recebemos hoje pela manhã, a notícia do acidente com uma viatura da marinha, impossibilitando a participação de agentes do órgão. O pedido do adiamento foi pedido pela Marinha, o mesmo órgão que solicitou a audiência”. 

Antes de encerrar, Marco Aurélio falou da necessidade de se avançar na discussão e criação do plano de gerenciamento costeiro para Imperatriz, fundamentado na Lei 7.661/88 para se planejar todo o serviço náutico de Imperatriz. 

“O plano vai definir as áreas de utilização das praias, de estacionamento e circulação das embarcações, e prever outras modalidades de discussão náutica a serem exploradas. Essa Lei que deve ser amplamente discutida com executivo, legislativo também vai ouvir demais instituições ligadas ao meio ambiente, ao rio Tocantins e sua exploração”. 

A reunião foi encerrada com agradecimentos aos presentes que participariam da discussão: vereadores, bombeiros civis, representante da defesa civil, promotor de Justiça de meio ambiente Jadilson Cirqueira, secretário de planejamento urbano e meio ambiente Richard Sebba. Uma nova data será marcada para a realização da audiência. 

Fonte: Mari Marconccine