“Governo do estado irá assumir a recuperação do centro da cidade”, informa o presidente da Câmara‏


Post

O presidente da Câmara Municipal José Carlos Soares, subiu a tribuna para falar sobre a atual situação da infraestrutura de Imperatriz e reiterar que a responsabilidade é do município, mas anunciou que na próxima sexta a partir das 9h da manhã, a casa irá receber representantes do governo do estado, onde será anunciada a recuperação do centro da cidade e dos corredores de ônibus, para que a prefeitura possa se empenhar na recuperação dos bairros.

            O pedido foi feito pelos vereadores e está sendo atendido pelo governo do estado, para que o grande peso - que tem sido uma reclamação do executivo - seja diminuído e o sofrimento da população possa acabar nesse quesito. “Mais uma vez o governador vem salvar Imperatriz, pois o município não tem condições financeiras neste momento. Tira a carga maior do município, para que a infraestrutura da prefeitura possa centralizar toda sua força nos bairros, dividindo as responsabilidades e beneficiando a população, o que é mais importante neste momento”, disse o presidente.

            José Carlos declarou ainda que muitas ruas estão intrafegáveis, e a situação vem piorando a cada dia, mas o governador, sensível a esta situação, toma a iniciativa e a partir desta sexta-feira, estará colocando equipes nas ruas para melhorar a trafegabilidade. “Convido a toda a imprensa e aos presentes, para estarem nesta sexta feira aqui na Câmara Municipal, para junto com os vereadores, o secretário de estado Clayton Noleto e toda sua equipe, para anunciarmos oficialmente o início dos trabalhos de recuperação do centro e dos corredores de ônibus da cidade pelo governo do estado”. 

CAEMA

            O vereador-presidente aproveitou a tribuna para parabenizar os trabalhadores da Companhia de Águas e Esgotos do Maranhão (CAEMA) no relativo ao problema que afetou a cidade no domingo e na segunda-feira.

            "Desde as primeiras horas da madrugada do domingo os funcionários trabalharam incessantemente, eu acompanhei pessoalmente e os servidores não mediram esforços. Vi o quanto foram dedicados. O fogo tomou conta dos transformadores, destruídos por uma carga maior e eles trocaram tudo da forma mais rápida possível, dando satisfação à população e a água voltou no tempo informado para todos os lares imperatrizenses".